Feijoada de Seitan à Hucilluc

Uma alimentação equilibrada, variada e completa, é fundamental para a saúde promovendo o nosso bem-estar geral.

Como é fácil fazer uma alimentação saudável! Mas nem sempre nos lembramos disso, confesso que nem sempre fui cuidadosa com a minha alimentação e por vezes fui até relutante em experimentar coisas novas.

Mas a idade tudo ensina e este verão numa “visita” ao hospital por causa de uma intensa dor na zona lombar que me impedia os movimentos foi-me diagnosticada a diabetes, que como sabem é uma doença crónica por insuficiência de insulina, a glicose permanece no sangue e pode causar danos em muitos tecidos do organismo. Na verdade tive todos os sintomas mas não lhes dei a importância devida, a saber: urinar em grande quantidade e mais vezes, sede constante e imensa, boca seca, fome constante, cansaço e visão turva.

Tudo se conjugava para aderir às recomendações dos médicos e fazer uma dieta equilibrada, variada e completa: não ingerir gorduras saturadas – fritos, queijo, manteiga optar por gorduras monoinsaturadas (azeite) e polinsaturadas (salmão e cavala), reduzir a ingestão de sal, fibras, como por exemplo, pão de mistura ou centeio, lentilhas, aveia, ervilhas, grão entre outros, frutas (3 a 5 porções de frutas) e legumes, 1,5 a 2 litros de água por dia e cerca de 150 minutos de exercício físico por semana.

A minha filha e o meu marido sendo adeptos de uma alimentação saudável convidaram-me para um almoço buffet vegetariano. Finalmente comi seitan, tipo jardineira, com legumes. Não desgostei mas faltava o meu tempero, a minha mão e assim decidi recriar e fazer uma feijoada de seitan, porque não?! Receita muito simples de fazer e em jeito de agradecimento às minhas amigas, que me deram muita força e muitos mimos Aqui e Ali fica a receita da Feijoada de Seitan à Hucilluc!

seitan celeiroImagem do site do Celeiro em: https://www.celeiro.pt/cuide-de-si/temas-de-saude/seitan

Ingredientes:

  • 250g de seitan
  • 1 couve coração
  • 2 nabos
  • 1 lata de feijão branco
  • 1 lata de tomate pelado
  • 2 copos vinho branco
  • 1 cebola
  • 3 dentes de alhos
  • Caril q.b.
  • Louro, sal, pimenta preta moída, piripiri q.b.
  • Salsa ou coentros picados

Preparação:

Cortar o seitan às tiras, temperar com sal, caril, pimenta, regar com um copo de vinho branco e deixar a marinar cerca de 30 minutos.

Fazer um refogado em azeite com cebola e alho. Quando a cebola se apresentar macia e transparente acrescenta-se o tomate, louro e por fim o copo de vinho branco. Temperar a gosto com sal, pimenta e piripiri. Adicionar o feijão branco e deixar refogar em lume brando. Entretanto enquanto a couve coração e os nabos estão a cozer frita-se o seitan num fio de azeite, vão-se virando as tiras até ficarem douradinhas e finalmente acrescenta-se a marinada, deixar apurar e juntar à feijoada.

De seguida colocar as couves cozidas, os nabos cortados aos quadradinhos e uma concha da água das couves à mistura e envolver bem. Fica a apurar um bocadinho e retifica-se os temperos. Retirar do lume e adicionar salsa picada ou coentros e depois é comer e chorar por mais.

Acompanhei com beterraba e rebentos de feijão mongu de vinagrete  fresquinhos.

Espero que gostem desta aventura na cozinha e se atrevam a fazer mesmo com outros ingredientes (courgete, chuchu…), os que tiverem na dispensa ou no frigorífico. A imaginação essa é sua, introduza o seitan na sua alimentação diária e sinta os seus benefícios.

Mas o que é o Seitan? É a partir do trigo que se fabrica o seitan. É um ótimo substituto da carne. É rico em proteínas, possui um teor baixo em gorduras (sem gorduras saturadas nem colesterol). Possui ainda algumas vitaminas e minerais. Atenção: os celíacos não o devem ingerir, já que não toleram o glúten.

Bom apetite!

 

 

 

 

 

 

 

 

Vamos Cozinhar! – Francesinhas

Uma receita de “Francesinhas” que nos foi dada por um portuense amante da boa cozinha da região.

Hoje, conforme prometido, partilhamos uma receita de “Francesinhas” que nos foi dada por um portuense amante da boa cozinha da região.

Para o Molho

  • 1 cebola e 2 dentes de alho
  • 1/2 chávena de Polpa de tomate
  • Picante – em pó ou liquido
  • 1 cálice whiskey
  • 1 cálice de cerveja
  • 1 cálice de vinho branco
  • 1 cálice de vinho do porto
  • 1 colher de sopa de molho inglês
  • Farinha maisena QB
  • Sal, uma folha de louro e ½ cubo de caldo de carne.

O molho leva, vinho branco, whisky, cerveja e vinho do Porto, mas o álcool evapora na confeção e o caldo fica com um sabor, rico e aveludado.

Para dar mais sabor à sopa, use as aparas dos bifes, que vai utilizar nas francesinhas. Comece por refogar em azeite a cebola picada e o alho. Quando alourar junte a folha de louro, o vinho branco e a cerveja. Deixe ferver um pouco e adicione a polpa de tomate, o 1/2 cubo de caldo de carne e um pouco de sal, se necessário junte um pouco de água. Deixe ferver bem e junte o Vinho do Porto, o whisky, o molho inglês e o picante  a gosto.

Ferver mais um pouco e quando estiver bem apurado, juntar a farinha diluída num pouco de caldo morno. Vá juntando à sopa mexendo sempre até ficar um creme aveludado.

Preparar a Francesinha

  • Pão de forma de padaria para se poder cortar as fatias em casa. Use um pão de boa qualidade
  • Bife da vazia fino
  • Salsicha fresca
  • Linguiça
  • Queijo
  • Fiambre
  • Rodelas de chouriço

Grelhar o Bife e colocar sobre uma fatia (fina) de pão de forma. Passar na chapa as outras carnes (abrir a salsicha fresca e a linguiça e passar dos dois lados), apenas para corar e colocar em cima do bife, o fiambre, as rodelas de chouriço a linguiça e a salsicha fresca.

Colocar uma fatia de pão de forma por cima, levar ao grelhador, com calor por cima e por baixo, até tostar o pão, sem deixar torrar completamente, para ganhar alguma dureza e não empapar quando colocar o molho na altura de servir. Colocar as fatias de queijo por cima do pão, uma em cada lateral e uma no centro. Deitar o molho, ainda quase a ferver, sobre a Francesinha de modo a que o queijo fique fundido.

Em muitos restaurantes, por cima da Francesinha é colocado um ovo estrelado e acompanha com batatas fritas.

Sirva à mesa e imagine-se a saborear esta iguaria tão típica, na bela cidade do Porto.

20180727_161510

Figos com presunto

Uma entrada que combina sabores de forma surpreendente.

Para este domingo sugerimos uma entrada que combina sabores de forma surpreendente.

Compre figos maduros, mas suficientemente firmes para poder dar golpes sem se desmancharem

Ingredientes:

  • Figos
  • Pequenas fatias finas de presunto

Para o molho vinagrete:

  • Azeite, vinagre, sumo de lima ou limão, algumas folhinhas de manjericão de preferência fresco.

Lave e seque com muito cuidado os figos pois vai servi-los com a casca.

Dê um corte nos figos de modo a abrir em 4 gomos iguais. Os cortes não devem ir até ao fim do figo para que não se desmanche. Enrole pequenas fatias muito finas de presunto e coloque na abertura feita nos figos. Coloque no frigorífico até ao momento de levar para a mesa

Não necessita fazer muito molho, pois cada um coloca, a gosto, apenas umas gotas sobre o figo já no prato. Numa taça, bata uma colher de azeite com duas de vinagre e uma de sumo de lima ou limão (com limão fica mais ácido) mas escolha a seu gosto. Pique muito miudinho uma folha de manjericão e misture tudo. Coloque numa tacinha ou numa pequena molheira para ir à mesa.

Se tiver manjericão fresco pode enfeitar com um raminho no topo. Sirva e surpreenda a família e/ou amigos com esta mistura de sabores surpreendente.

 

Mousse de limão

Mousse de Limão – Uma deliciosa sobremesa que pode ser preparada sem glutén e sem lactose.

É domingo, é dia de preparar em casa uma deliciosa sobremesa – mousse de limão com base de bolacha.  Pode, facilmente, ser feita sem glutén e sem lactose.

A receita foi-nos gentilmente cedida por Cláudia Correia que recentemente entrevistámos.

Ingredientes para a base:
200 gr de bolachas de aveia
80 gr de manteiga

Comecem por triturar as bolachas. Adicionar a manteiga às bolachas e misturar bem, até que tenhamos uma mistura arenosa mais compacta. A manteiga deve ser adicionada bastante amolecida, quase derretida!
Untem o fundo de uma forma amovível (uma forma de 18 ou 20 cm, para bolos) com manteiga e cubram o fundo com um círculo de papel vegetal, para garantir que conseguimos desenformar com facilidade.
Vertam o preparado da bolacha para a forma e com as mãos, ou com a ajuda de uma colher, espalhem de forma uniforme até que cubra, por completo, o fundo. É importante que se pressione um pouco, para garantir que tudo está bem ligado. Coloquem no frigorífico enquanto preparam a mousse.

Ingredientes para a mousse:
5 gemas de ovo
100 gr de açúcar
Sumo de 4 limões médios
Raspa dos 4 limões
1 colher de sopa de farinha maizena
3 folhas de gelatina incolor
¾ de uma taça de água (aprox. 80 gr de água)
5 claras de ovo
50 gr de açúcar

Hidratar as 3 folhas de gelatina nos ¾ de uma taça de água. Reservar.
Numa outra taça comecem por misturar, com as varas manuais, as 5 gemas com os 100 gr de açúcar. Bater com as varas até que mude ligeiramente de cor. Adicionar a raspa, o sumo de limão e a maizena. Atenção para que não se criem grumos de maizena. Verter este preparado para uma panela e levar ao lume. Cozinhar até que comece a engrossar, mexendo sempre com as varas.
Retirar do lume, adicionar as folhas de gelatina com a toda a água em que estiveram a hidratar, misturar bem e deixar arrefecer esta mistura por completo.
Bater as 5 claras de ovo em castelo, com os 50 gr de açúcar.
Dica: adicionem o açúcar quando as claras já estiverem quase batidas!
Adicionar as claras em castelo à mistura que preparámos anteriormente. Misturem com o salazar, incorporando as claras nesta mistura mas sem bater.
Vertam este preparado sobre a base de bolacha e deixem repousar no frigorífico cerca de 3 horas.
Retirem da forma e decorem com raspas de limão ou de lima.

 

 

Sirva bem fresca e delicie toda a família e amigos!